É comum prolongarmos para o resto do dia o mal-estar causado por uma experiência negativa. Às vezes a sensação de frustração se arrasta para o resto da semana, não é mesmo?

De fato, é inerente à psique humana uma inclinação negativa, uma veia dramática, por isso precisamos trabalhar firmemente para vermos o lado positivo das coisas e não sucumbirmos aos dissabores da vida cotidiana.

Mas como reformular experiências e dar-lhes outro sentido?

 

Enquadramento

A forma como você relembra suas experiências pode alterar a maneira como você as vê. Trata-se de aprender e ensaiar a dar boas notícias, a veicular histórias positivas sobre você e sobre o mundo. Portanto, aprenda a ver o copo meio cheio e não meio vazio!

 

Reconhecimento

É imperioso reconhecer as coisas boas da vida. O exercício diário de gratidão, por exemplo, pode aumentar significativamente seu nível de felicidade e bem-estar. Um minuto do dia dedicado exclusivamente à gratidão traz outro sentido à vida.

Tenho certeza que você tem muito mais a agradecer do que a lamuriar!

Reação

Diante de acontecimentos chatos do dia, normalmente, reagimos mal. Se alguém eleva a voz com você, a primeira reação pode ser revidar no mesmo tom. Ao invés disso, que tal perdoar essa pessoa? Ainda que o perdão seja no silêncio do seu íntimo, vale a pena perdoar, esquecer e tocar a vida.

A carga negativa de um “barraco” pode ter consequências danosas.

Se um comentário maldoso tem o dom de estragar seu dia e se propagar contaminando todas as suas ações, que tal deixar de lado e não acolher o “lixo” alheio. Assim você impede que aquela energia ruim invada seu espaço ou se perpetue.

Não estou propondo que você se transforme em um “Dalai Lama”, mas manter a leveza, a paz de espírito, a serenidade transformará a sua vida!


Publicado em 06/08/2021 Autora: Patricia De Conti - Copyright ©

Conheça o site: Obstetra Curitiba
Site Desenvolvido por Águia Web - Criação de sites
Clique aqui para ter um site com qualidade e resultados!